Comemorado a 10 de junho, o Dia Mundial da Saúde Ocular é um alerta para os cuidados que todos devem ter com os olhos. E tudo deve começar cedo, com o Teste do Olhinho nos recém-nascidos, um procedimento importante para avaliar se tudo está bem. Já os problemas como miopia, estrabismo, entre outros, devem ser diagnosticados o quanto antes. Outro ponto importante é saber que apenas um médico oftalmologista pode fazer exames nos olhos. Confira abaixo a entrevista com a doutora Edna Almodin, presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO) sobre o assunto:

O que traz de benefício esta data para a população?

É uma data em que devemos nos conscientizar dos cuidados com nossos olhos.

Quais os cuidados com a saúde dos olhos?

Impossível qualificar todos os cuidados preventivos, porém os mais importantes são:

Ao nascer: o Teste do Olhinho. Aqui podemos fazer vários diagnósticos, inclusive de catarata congênita que, se não cuidado precocemente, pode levar à perda total de visão e até estrabismo (olho vesgo).

Aos 4 anos: exame de rotina para prevenção de ambliopia (que significa a perda de visão causada por um grau alto ou diferença de grau de um olho para o outro). Uma criança pode perder a visão de um ou dos dois olhos, sem perceber, principalmente nas hipermetropias ou se tiver grau em um olho diferente do outro, ela pode desenvolver a visão de apenas um olho. Chamamos de ansiometropia.

Estrabismo: deve ser tratado o mais cedo possível. Quanto mais precoce o tratamento, menos visão perderá o paciente.

Adolescência: prevenção de ceratocone. Se nossos jovens se manifestarem com grau elevado de astigmatismo ou miopia progressiva com troca frequente de óculos, deve-se submeter a exames preventivos de ceratocone, como topografia ou tomografia.

Adultos: fazerem exames regulares ara evitar o glaucoma. Doença silenciosa, que pode levar à perda total de visão, sem sintomas.

Míopes: devem acompanhar anualmente com exames preventivos de fundo de olho, pois os míopes são mais propenso a descolamentos de retina.

Idosos: cuidados com a prevenção da doença macular relacionada à idade (DMR), catarata, glaucoma, diabetes.

O que o Supremo Tribunal concluiu dia 26 de junho?

A oftalmologia, semana passada, comemorou uma vitória frente à defesa da saúde pública ocular. Apenas médicos podem fazer refração e exames nos olhos de pacientes. O Supremo Tribunal Federal revalidou as Leis 32 e 34 onde diz que só os médicos podem exercer o ato médico. Fazer refração e cuidar dos seus olhos devem ser feitos por quem estudou o suficiente para isto. Cuide dos seus olhos. Frente a qualquer alteração, procure um oftalmologista.

 

Fonte: Frank News